O que é um sistema fotovoltaico?

É denominado sistema fotovoltaico um circuito capaz de transformar a luz solar (energia proveniente da radiação do sol) em energia elétrica. Este sistema é composto por uma série de componentes associados, como placas solares, conversores (AC/DC), quadros elétricos e, em alguns casos, baterias para o armazenamento da energia produzida.

Esta fonte de energia renovável tem demonstrado um enorme potencial de aplicações. As mais relevantes consistem na utilização da energia proveniente do sol em projetos aeroespaciais. Satélites artificiais e a exploração de outros planetas a partir de veículos elétricos são alguns exemplos da utilização da radiação solar. O veículo Curiosity que está na sua missão em Marte, é o exemplo “material” dessa tecnologia aplicada.

Uma inovação que também está relacionada com o aproveitamento da energia solar é o desenvolvimento de vidros foto-elétricos. Estes vidros têm como objetivo a geração de energia a parir das janelas de todo o mundo. Tal inovação permitirá obter um custo zero de produção e uma maior facilidade no equilíbrio das redes elétricas nos centros urbanos.

Vantagens:

Ao utilizar painéis fotovoltaicos muitos clientes procuram a tão ambicionada auto-geração de energia elétrica e a redução dos custos mensais referentes à energia paga. Em alguns casos é possível vender a energia do excedente para a rede. Em fábricas industriais este sistema é utilizado como estratégia para a redução dos custos operacionais. As fábricas podem ser alimentadas parcialmente pelos sistemas fotovoltaicos instalados, nos horários em que a energia é mais cara. Depois, nos horários onde a energia é mais barata, estas podem recorrer à tarifa normal contratada.

Apesar de apresentar um investimento inicial considerável, o sistema de painéis fotovoltaicos consiste num investimento que traz um retorno significativo no médio e longo prazo. É possível encontrar linhas de crédito especiais para o financiamento deste tipo de projetos, com taxas de juros bastante reduzidas.

Desvantagens:

As principais barreiras para a adesão aos painéis fotovoltaicos e a produção de energia elétrica proveniente do sol são: a área necessária para a colocação dos painéis e o elevado investimento inicial.

Custo de instalação dos painéis fotovoltaicos

Os custos referentes à implementação de um sistema fotovoltaico são muito variados e dependem de uma série de características. A eficiência das placas, a área total de exposição solar, a utilização ou não de baterias para o armazenamento e a complexidade do projeto eletrotécnico, são alguns dos fatores que ajustam o preço final.

Empresas especializadas, como por exemplo a efimarket, oferecem soluções com kits mais simples a partir de 329,95€.

Painéis fotovoltaicos para carregar carros

Wallbox Solar

As wallbox solares infelizmente ainda não foram desenvolvidas. A solução disponível no mercado, e a mais indicada, é a conexão de um carregador de parede diretamente ao sistema fotovoltaico, ou seja, sem a utilização de baterias (autoconsumo).

A Lugenergy, em parceria com a V2C, desenvolveu um sistema inteligente que permite carregar o carro elétrico através de painéis solares. Esta solução adapta-se verdadeiramente às necessidades dos nossos clientes e tem três configurações:

  • Carregamento Solar Total – SCT

A bateria do veículo elétrico é carregada exclusivamente com a energia gerada a partir do sistema fotovoltaico (SFV), ou seja, a energia produzida pelos painéis será consumida totalmente pelo carregador.

Energia gerada pelo SFV = 5kW

Energia consumida na residência = 3kW

Energia de carregamento = SFV = 5kW

Portanto, o carro elétrico será carregado com uma potência de 5kW. A energia mínima disponível para o funcionamento desse sistema é de 1,8kW. O sistema vai balancear tendo em conta a produção no momento e se não há 1,8kW o carregador pára.

  • Carregamento Solar Combinado – CSC

O carregamento solar combinado permite que o carro elétrico esteja sempre a carregar, mesmo quando a energia gerada pelos painéis solares for inferior a 1,8kW. Para isso o CSC irá buscar a energia que falta diretamente à rede elétrica do local. Exemplo:

Energia gerada pelo SFV = 5kW

Energia consumida na residência = 3kW

Energia fornecida pela rede = 1,8kW (o valor desta potência pode ser adaptada pelo cliente)

Total do carregamento = 5kW + 1,8kW = 6,8kW

Portanto, a viatura estará sempre a carregar tendo em conta a potência de carregamento mínima que configuramos no carregador. Para além disso irá utilizar a energia gerada pelas placas solares ao carregamento.

Posto de carregamento energia solar
>